Clínica Odontológica

Clínica Odontológica

Conheça alguns conceitos que fazem parte da clínica odontológica e confira as dicas dos nossos especialistas para manter a saúde bucal em dia.

Conheça alguns conceitos que fazem parte da clínica odontológica e confira as dicas dos nossos especialistas para manter a saúde bucal em dia.

Prevenção

Higiene pré-escovagem
Lave suas mãos e unhas. E antes de escovar os dentes, faça um bochecho com água para eliminar resíduos de alimentos (isso diminui a chance da comida ficar presa entre as cerdas da sua escova).

Técnica de escovação
Faça movimentos vibratórios com a escova. Incline sua escova em 45° com relação aos dentes. Esta técnica não pode ser realizada com escovas duras. Caso contrário, pode ocorrer retração gengival e abrasão do esmalte. Depois faca um movimento mais vigoroso só do sentido da gengiva para o dente por umas 8 ou 10 vezes. Repita esses movimentos pelos lados de fora e de dentro de cada arcada. Apenas nos dentes da frente, tanto em cima quanto em baixo, quando for escovar por dentro, a escova encaixa melhor na posição em pé, ou seja, na vertical. Nessa região o movimento de vaivém é permitido.

Dicas para uma saúde bucal perfeita

Escova de dentes

Opte pelas escovas macias e prefira aquelas que possuem cabos lisos. Se usada na posição correta ela poderá durar mais de 6 meses.

Pasta de dente

A pasta não pode ser abrasiva e deve ser utilizada em pequena quantidade. Prefira as sem corantes.

Fio dental

Use em todos os vãos entre dentes para a remoção de restos alimentares e higienização, mesmo quando os dentes não estão encostados.

Enxaguante bucal

O uso de antissépticos são opcionais se você faz uma boa higiene com fio e escova. Cuidado para crianças não engolirem o produto e com queimaduras nos tipos muito ardidos ou com base de álcool.

Escovas interdentais
Indicada para quando os vãos entre dentes são maiores e precisam de cuidados além do fio dental. Insira a ponta da escova entre dois dentes de forma inclinada na direção da gengiva. Lembre-se de fazer isso delicadamente. Faça movimentos de vai e vem.

Escovas Unitufo
Acessório recomendado para regiões onde a escova dental normal não alcança por ser grande. Normalmente atrás dos dentes da frente, e nos últimos molares, especialmente nos terceiros molares e atrás destes.

Língua
Faça diariamente a higienização da língua para remover a saburra lingual. Para isso, escolha os higienizadores linguais plásticos, do tipo CTC, que removem a saburra lingual sem machucar a língua e sem provocar ânsia e náuseas. A sua escova dental também pode ser usada, se preferir. Comer uma maça crua ou cenoura pode gerar a mesma limpeza na sua língua.

Cuidados com a escova de dente
Limpe a escova com água corrente.. Pingue algumas gotas de antisséptico oral, preferencialmente a base de clorexidina 0,12%. Coloque o protetor de cabeça que também deve ser limpo com antisséptico APENAS EM CASO DE TRANSPORTE DA ESCOVA, PARA NÃO DANIFICAR AS CERDAS. O protetor pequeno, só da cabeça da escova poderá gerar fungos nas cerdas se ela for guardada sempre molhada. Em casa o ideal é um recipiente maior, com tampa mas que permita que a escova seque sozinha ao longo do dia.

Tratamento de canal (ENDODONTIA)

O tratamento de canal consiste na remoção do tecido mole (polpa) que se encontra na parte mais interna do dente, que é substituído por um material obturador. De modo geral, o tratamento é indicado em duas situações:

De modo geral, o tratamento é indicado em duas situações:

1.
Quando a polpa está inflamada e provocando dor, em decorrência de cárie profunda, fratura da coroa, etc.

2.
Quando a polpa compromete a estrutura que envolve a raiz, provocando inflamação da membrana que envolve o dente e do osso, sem dor (granulomas e cistos) ou com dor (abscesso). Ou seja, se há um dente com o nervo inflamado, muito provavelmente é necessário realizar o tratamento de canal dentário. Mas a necessidade do tratamento de canal é verificada pelo dentista na consulta de avaliação.

Doença Periodontal

A doença periodontal é uma doença que afeta desde a gengiva até o osso que envolve e suporta o dente e é causada por bactérias da placa bacteriana (uma película pegajosa e incolor formada sobre os dentes). Caso a placa não seja removida, ela pode endurecer e se transformar em tártaro (cálculo dental), que facilita o acúmulo de mais placa, tornando seus estágios progressivos.

Estágios

1. Gengivite

É a inflamação da gengiva, causada pela placa bacteriana. Poderá ser observado vermelhidão ou inchaço da gengiva ou até sangramento durante a escovação ou uso do fio dental.

2. Periodontite

Nesse estágio, o osso de apoio e as fibras que seguram os dentes no lugar estão irreversivelmente danificadas. A gengiva começa a formar uma bolsa embaixo da margem gengival, que favorece o crescimento da placa.

3. Periodontite avançada

As fibras e o osso dos dentes estão sendo destruídos, e isso pode fazer com que o dente se movimente ou fique mole. Pode afetar a mordida e a forma de se alimentar ou comunicar.

Caso a placa não seja removida, ela pode endurecer e se transformar em tártaro (cálculo dental), que por sua vez facilita o acúmulo de mais placa. A escovação ou o uso do fio dental não remove o tártaro (cálculo dental); apenas um dentista poderá faze-lo por meio de uma limpeza profissional (raspagem).

Remover a placa bacteriana é a chave para prevenir a doença periodontal e melhorar a saúde bucal. A escovação e o uso do fio dental ajudam a prevenir a doença. O uso de cremes dentais e enxaguantes bucais com agentes antibacterianos pode matar as bactérias e diminuir a quantidade de placa em sua boca.

A doença periodontal nem sempre apresenta dor, por isso é importante estar ciente de qualquer um dos sintomas.

1.
Gengiva que sangra facilmente durante a escovação ou o uso de fio dental.

2.
Gengiva inchada, vermelha, dolorida ou retraída

4.
Mau hálito persistente ou gosto ruim na boca

5.
Dente amolecido

6.
Próteses parciais que se desajustaram

7.
Pus visível em torno dos dentes e gengiva

8.
Dores agudas ao mastigar os alimentos

9.
Dentes excessivamente sensíveis à temperaturas frias ou quentes

Prótese Dentaria

Uma Prótese Dentária é aquilo que substitui a falta de dentes: pode ser uma coroa unitária ( um dente ) , uma ponte ( vários dentes ) ou uma dentadura( todos os dentes de um mesmo arco, superior ou inferior).
Como as necessidades dos pacientes são muito diferentes é preciso identificar o problema e planejar o tratamento adequado para cada caso.

Implantes

Implante dentário é uma peça de titânio (como a raiz de um dente) que é cirurgicamente inserida no osso e permite que seu dentista coloque um dente substituto ou uma coroa por cima. Implantes dentários apresentam um grande benefício: como não necessitam ser ancorados em outros dentes, não é necessário desgastá-los, como é o caso das pontes.
Além da estética, um implante dentário também pode facilitar na alimentação e na fala, já que se trata de uma estrutura firme e estável.

Você conhece a
ORTODONTIA-LINGUAL?

Você conhece
ORTODONTIA-LINGUAL?

Responsável Técnico: Dr. Paulo Magalhães - Cirurgião Dentista - CRO SP: 41233

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?